Oratória

A Matilde (nome fictício) concluiu a sua licenciatura em Gestão com notas brilhantes e preparava-se para a sua primeira entrevista de emprego. No dia da entrevista, a Matilde fez uma breve síntese da sua vida, tanto pessoal como profissional e procurou responder atentamente àquilo que lhe perguntavam. Ela parecia tímida, tendia a desviar o olhar e falava muito baixinho. As respostas tendiam a ser atabalhoadas e sem um fio condutor.

O entrevistador da Matilde era o Director Financeiro da empresa à qual se candidatava e numa conversa informal comigo, explicou-me a incrível história de como recusou uma candidata cuja média era 17 valores.  De facto, a Matilde não ficou com a vaga de emprego com que tanto sonhara. Porquê? Simplesmente porque ela não transmitiu a confiança de que o Director precisava para o desempenho do cargo em questão. Teórica e tecnicamente, a Matilde era competentíssima (notas elevadas nas principais disciplinas). Contudo, a Matilde comunicava os seus conhecimentos e qualidades de forma incipiente.

Isso custou-lhe aquele emprego. O Director queria alguém que conseguisse ser clara, objectiva e sucinta. Alguém que defendesse os seus pontos de vista com convicção e confiança. Alguém que falasse come elegância e, ao mesmo tempo, com contundência. Afinal, aquela pessoa seria, perante os clientes, a cara da organização. E um funcionário inseguro transmite a ideia de uma empresa que não sabe o que faz.

Para ser assertivo é necessário saber comunicar!

Nos negócios, como na vida, é necessário transmitir as nossas ideias, convicções, projectos e valores de forma  eloquente. Já imaginou dizer ao seu filho: “humm, ahh, não sei… Talvez não devesses ter feito isso” enquanto olha para o chão, coça a barriga e fale baixinho? Que efeito isso causaria?

A formação em oratória destina-se a todos aqueles que, na sua vida pessoal ou profissional, necessitam de ser assertivos e que baseiam a sua vida na actividade discursiva.

Desde estudantes universitários, passando por professores, políticos, consultores comerciais, juízes, advogados, gestores ou administradores os seminário de oratória destinam-se a evidenciar o melhor orador que há em si!

 

Através de princípios simples e fáceis de executar que a Retórica nos deixou, imagine-se a ser capaz, sem dificuldade de:

  • Preparar um discurso elegante e cativante e organizá-lo de acordo com um estrutura coerente;
  • Adaptar diferentes estratégias discursivas e considerar os diferentes géneros discursivos;
  • Lidar, de forma eficaz,com a Ansiedade Oratória (Public Speaking Anxiety) e ultrapassá-la sentindo-se calmo, seguro e confiante;
  • Interessar o auditório (3 pessoas ou 300, isso não vai interferir no seu desempenho);
  • Preparar uma apresentação multimédia que fará com que não tirem os olhos daquilo que lhes propõe;
  • Usar a sua voz com máximo impacto e eliminar todas as bengalas linguísticas (ahhh ahhmmm, humm, etc);
  • Exalar uma linguagem corporal que inspire confiança a quem o escuta;

 

Esqueça os oradores aborrecidos, monótonos e monocórdicos. Com o curso de oratória, vai dar expressão e cor às suas palavras! No fim, recordar-se-ão de si, não como mais um orador mas um dos melhores oradores.

Contacte-nos já para, em conjunto, prepararmos uma sessão colectiva ou individual, de aprofundamento da técnica oratória.

Faça como os grandes CEO, Presidentes da República ou Políticos mais inspiradores da nossa História: tenha um especialista de oratória sempre consigo.

Tem um importante discurso de tomada de posse?

Vai à televisão ser entrevistado?

Deseja preparar a sua entrevista de emprego?

Aperfeiçoe já esta semana o orador que há em si!

Contacte-nos já!

A formação é especialmente adequada a :

  • Professores, Juízes, Jornalistas e Consultores Comerciais
  • Locutores de Rádio
  • Jornalistas e Repórteres
  • Apresentadores de Televisão

 

Anúncios